Sentimentos e emoções: saiba como controlar

Você já imaginou como seria viver sem o frio na barriga, o medo do novo, as lágrimas escorrendo no rosto ao conquistar um sonho? Nossas vidas seriam terrivelmente robóticas, não é?! São as emoções que nos diferem das máquinas e dos computadores que utilizamos para facilitar nosso dia a dia. Porém, se não trabalhadas, elas podem nos levar à ruína. A seguir, vamos explicar o que são as emoções, o que as diferencia dos sentimentos e como controlá-las.

O que são emoções?

A palavra emoção tem origem no latim, na palavra emovere, que significa ‘mover para fora’ ou ‘afastar-se’. Etimologicamente, o significado de emoção compartilha a mesma origem que a da palavra ‘motor’: aquilo que ‘põe em movimento’ ou ‘serve para movimentar algo’.

A emoção é a resposta física ou emocional para um acontecimento (uma briga) ou um sentimento (a recordação da briga). Ela pode provocar fatores externos como alteração da respiração, choro, vermelhidão e tremores. E cada pessoa a sente de uma forma diferente, mesmo estando diante da mesma situação.

A área do cérebro responsável pelo controle das emoções é o sistema límbico. Segundo o psicólogo norteamericano Paul Ekman, existem seis emoções básicas: tristeza, felicidade, surpresa, nojo, medo e raiva

Para o neurocientista português António Damásio, as emoções podem ser classificadas em: a) Primárias, as facilmente perceptíveis, como o medo e a alegria; b) Secundárias, as que são difíceis de notar, como o nervosismo, a culpa e a vergonha; c) De segundo plano, as não perceptíveis, como a calma ou fadiga, e que estão mais relacionadas ao mundo interno do indivíduo do que ao externo.

Você pode gostar de: Saiba como lidar com pessoas tóxicas

Mulher coloca mão no rosto e inclina a cabeça com expressão chateada

Diferença entre emoções e sentimentos

As pessoas costumam tratar emoções e sentimentos como sinônimos. Porém, é importante ressaltar que são coisas distintas. Enquanto a emoção é a reação imediata a um estímulo, o sentimento é a reflexão do que se sente sobre a situação vivenciada.

Ou seja, as emoções dão origem aos sentimentos. A sua emoção pode ser facilmente percebida pelas pessoas que estão ao seu redor. Já o sentimento não. Ele é duradouro e faz parte do universo interior, da mente humana. Quem nunca passou por um grave problema, fingiu que nada estava acontecendo e se comportou como se estivesse alegre?!

Mulher coloca mão no coração e fecha os olhos expressando felicidade

O que é inteligência emocional?

Inteligência emocional é saber reagir às emoções e não se deixar dominar por elas. A pessoa com essa competência evita, por exemplo, ataques de raiva e conflitos no trabalho, na família e com os amigos.

Para obter esse tipo de capacidade, é preciso haver equilíbrio nos dois lados do cérebro: o esquerdo, que comanda as tarefas analíticas e lógicas, e o direito, responsável pelas atividades emocionais. Ou seja, é preciso balancear a razão e a emoção.

Leia também: Como a autossabotagem pode bloquear a sua vida

Emoções negativas adoecem

Um estudo publicado em novembro deste ano na revista científica Translational Psychiatry pela Universidade de Yale mostra que o estresse acelera o envelhecimento e aumenta o risco de doenças do coração. Ainda que enfrentando os mesmos níveis de estresse, as pessoas que cuidavam da saúde emocional foram menos afetadas se comparadas às que não cuidavam.

No livro Código da Alma, Patrícia Cândido explica que todos os processos físico-corporais de saúde e doença estão profundamente arraigados no espírito, na mente e nas emoções. Com essa obra, você aprende a identificar as emoções que geram as doenças no corpo físico, o significado e como atuar na remissão de cada uma delas.

Na cozinha, mulher ouve música com fones de ouvido e balança a cabeça expressando alegria

Como controlar as emoções

Tanto na vida pessoal como na profissional, passamos por situações estressantes. Saber como reagir a elas com assertividade é fundamental para não criarmos problemas graves, como ser demitido ou terminar relacionamentos. Se você não tem ideia de como controlar suas emoções, leia as dicas a seguir:

Analise suas emoções

Muitas vezes, não sabemos identificar a causa das nossas emoções. Vivemos no automático e, com a tecnologia, cada vez mais focamos nos resultados e damos menos importância ao motivo das situações vivenciadas no dia a dia.

Saber o que motivou uma emoção é de suma importância para obter controle emocional. Nesse sentido, é essencial dar nomes às emoções. Pois só conseguimos lidar com aquilo que conhecemos. Pratique meditação, procure ajuda de um psicólogo, faça leituras sobre o tema. Cada um possui o melhor jeito de se conectar consigo.

Reconheça suas fraquezas e forças

O autoconhecimento é a peça chave para crescer em todos os aspectos da vida. Ser honesto com suas emoções e aceitar quem você é de fato, é o primeiro passo para a evolução. Atenção! Quando falamos de autoaceitação não estamos falando em ser arrogante. Tem muito mais a ver com reconhecer que perfeição não existe.

Para isso, é necessário se olhar de cima. Tire aquele dia em que você está tranquilo, sem grandes preocupações para colocar em um papel todas as suas qualidades e todos os seus defeitos. Verifique quais são as forças que você possui para enfrentar determinada situação difícil. Identifique quais as fraquezas que podem te levar a explodir numa conversa de trabalho, por exemplo.

Assuma a responsabilidade das suas ações

Não devemos levar o mundo nas costas ou achar que podemos consertar tudo. Tampouco se achar vítima em todos os acontecimentos. Devemos nos responsabilizar apenas pelas nossas ações. Autorresponsabilidade significa estar no controle da sua vida.

Tente praticar estas ações e veja seu cotidiano se transformar: ao pensar em criticar, cale-se; ao pensar em reclamar, faça um sugestão; antes de culpar alguém, pense em soluções; antes de justificar seus erros, aprenda o que há por trás; e antes de julgar a pessoa, se coloque no lugar dela.

Pratique algo prazeroso diariamente

Todos nós precisamos de uma válvula de escape! Ninguém consegue viver bem apenas produzindo. Também é importante relaxar. Sabe aquele violão velho guardado no fundo do armário? Tire o pó e volte a tocar.

Separe um tempinho, nem que seja quinze minutos por dia, para fazer o que te dá prazer, te motiva, te inspira. Convide um amigo para almoçar no intervalo do trabalho. De acordo com o Instituto de Psicologia e Controle do Stress (IPCS), 75% dos brasileiros conversam com amigos ou familiares para aliviar o estresse.

Gostou das dicas para controlar suas emoções? Aproveite e compartilhe este artigo com alguém que você sabe que vai adorar!

Inscreva-se no Workshop Aura Master - A Nova Terapia

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

Somos o Grupo Luz da Serra, uma empresa referência em desenvolvimento humano e espiritual. Há mais de 15 anos, transformamos a vida das pessoas com livros, cursos e treinamentos, porque o nosso propósito é fazer um mundo mais feliz, saudável e próspero.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra