Sem dinheiro? Como manifestar dinheiro na sua vida

Quando você está sem dinheiro, parece difícil manifestar dinheiro na sua vida. Às vezes, você não é o que você quer ser. Outras vezes, você se prepara e encontra a oportunidade, mas alguma coisa dentro de você está dizendo que a vida não pode ser só isso. E, muitas vezes, a felicidade está batendo na porta de quem você gosta, mas não está batendo para você.

Sem dinheiro? Como manifestar dinheiro - homem triste

Aprenda a fazer o Dinheiro Correr Atrás de Você
De 18 a 22 de Janeiro

Por mais que você tenha sonhos e queira prosperar, você sabe que a vida não pode ser só isso. De certa forma, você está cansado porque quer o próximo nível, mas não sabe o que fazer para mudar. Parece que todo mundo tem sorte e está conquistando alguma coisa, mas você não.

O que acontece são as sombras da nossa vida. Quando o sol se vai, a escuridão aparece. E eu não estou sendo poético. Eu preciso falar para você sobre uma das coisas mais poderosas no contexto da destruição dos seus sonhos.

Existem algumas coisas que podem definitivamente excluir da sua vida a palavra prosperidade. Por isso, eu decidi falar hoje sobre a autossabotagem inconsciente e sobre as memórias negativas que mandam na sua vida e impedem de você manifestar dinheiro. Definitivamente, eu quero que você seja tudo o que você nasceu pra ser.

Como manifestar dinheiro

O que está prejudicando você de ser tudo o que nasceu para ser? Qual é o seu outro “eu” que está no controle e não deixa você realizar seus sonhos? É o outro “eu” que faz você se sabotar e procrastinar? É o outro “eu” que coloca todo mundo como prioridade menos você, que arruma tempo para tudo, mas não acha tempo para se desenvolver?

Primeiro, você precisa entender que nós somos um campo de energia. Tudo o que você pensa é sentido pelo corpo e por esse campo eletromagnético – ou, ainda, campo vibracional – capaz de lhe penetrar. Por isso que, quando uma pessoa boceja, você boceja junto, por exemplo. E é por isso também que quando uma pessoa feliz ou triste chega perto, você acaba absorvendo esse estado de espírito dela. Isso não tem nada de espiritual ou místico, estamos falando de física.

Esse campo de energia é modulado pelo o que você pensa e sente. Ou seja, pensamento é o que você pensa, emoção é o que você sente e sentimento é o que se revela da emoção sentida. Você vive com o sentimento gerado pela emoção. Conseguiu entender?

Dentro deste processo, é necessário entender também que o cérebro tem o consciente e o inconsciente. Esse consciente é o racional que fala de números, tamanhos e quantifica tudo. E o inconsciente é o escondido; o que sente; o que vê o mundo por imagens e cores; o que não vê diferença entre passado, presente e futuro; o que não distingue se o que está enxergando é realidade ou mentira.

Quando você abre a caixa do inconsciente, você vai para um mundo que não é lógico. E o nosso campo de consciência obedece muito mais ao nosso inconsciente.

Tudo o que você sente com o seu inconsciente se traduz na sua vibração. Portanto, mesmo que você declare com a sua mente e palavras, não necessariamente vai significar a realidade do que você é.

Você é o que propaga e você tem um campo de energia. O que você pensa e sente se transforma nessa energia. Sendo assim, à medida que você se sente bem, a sua vibração começa a ficar boa. E o contrário também: à medida que você se sente mal, sua energia começa a ficar ruim.

Então, se você já não sabe mais o que fazer para que a sua vida dê certo, talvez você esteja errando nesse alinhamento entre o que você quer e o que você vibra.

Mesmo que você comece a estudar sobre prosperidade e a querer ser uma pessoa melhor, as coisas vão continuar não andando para você, mesmo tentando todas as técnicas de Lei da Atração e Ho’oponopono. Você não vai conseguir manifestar dinheiro, saúde, casa, carro ou sucesso na sua área.

Como nossas crenças são construídas

Você sabia que dos 0 aos 7 anos de idade, você simplesmente acata tudo que lhe dizem? Mas, chega uma hora que você começa a pensar por si só e não aceita mais que lhe imponham. Isso acontece a partir dos 12 anos, quando a criança começa a questionar mais. Com a adolescência vem a rebeldia e o questionamento.
Mas, até este momento, tudo o que você viu e sentiu se torna realidade. Eu costumo dizer que o que você vê, acredita. E o que você acredita, replica. Se você vê tristeza, acredita em tristeza e replica mais disso na sua vida, por exemplo.

Por isso, a maior parte das sensações que você têm não são racionais, são inconscientes. Por exemplo, em algum momento você associou que a sua família só briga por dinheiro, então você acha que dinheiro afasta a família. Ou que dinheiro e prosperidade lhe tiram do seu propósito e lhe afastam do mundo espiritual. Em algum momento, você acreditou no que lhe contaram sobre dinheiro.

Contextualize isso em uma sociedade acostumada a assistir televisão, onde a mídia precisa chamar a sua atenção para você prestar atenção nela. Ela conhece os mecanismos mentais e emocionais que você tem. Ela entende como manipular as suas emoções. E quando você vê só notícias ruins na TV, acredita que o mundo seja só isso. Você começa a acreditar nisso e sua realidade se torna isso.

Sem dinheiro? Como manifestar dinheiro - criança de castigo

Com isso, você começa a atrair e a se conectar com amigos que pensam igual, pois é a Lei da Harmonia: quando as pessoas pensam parecido, elas reforçam o que você acredita. E você fica sempre na mesma realidade com as mesmas verdades. Você cria o seu mundo na sua bolha. E isso limita você. Tudo vem daquilo que você acreditou sem nem mesmo saber que estava acreditando.

Por você ser o resultado de tudo o que absorveu sem se questionar até os 12 anos de idade, você também é o resultado de tudo o que os seus antepassados acreditavam. Foi construída uma rede de crenças passadas de geração a geração, influenciadas pelo contexto de cada época.

Faça o exercício de colocar no papel o contexto social e econômico em que cada um dos seus pais cresceram. Com esse panorama, você vai ver exatamente de onde vem cada crença e medo associado à ela. Você vai descobrir que você não é você, você é um conjunto de memórias, uma sombra que acredita no que os outros acreditam. E o nome disso é paradigma: um conjunto de crenças.

O seu conjunto de crenças faz parte do seu inconsciente. Portanto, quando você decide que quer alguma coisa, apenas 5% de você quer realmente isso. É o seu racional. Mas o seu inconsciente quer que você continue replicando aquilo que ele acredita. E ele tem 95% de força. Ou seja, ele é a sua vibração. Conseguiu acompanhar todo o raciocínio?

O que atrai mais do mesmo na sua vida são as crenças inconscientes que você programou sem querer até os 12 anos de idade. E elas têm nove vezes mais força que você. Isso é a sua sombra, o seu “eu” personagem. Esse “eu” quer manter o que ele construiu. Ele quer te defender do medo e do mundo cruel. Ele só acredita na falta, nas dores e nos problemas. E é por isso que é um “eu” personagem, porque você criou com as suas memórias. E toda vez que você vê algo que já está no banco de memórias, ele já lhe dá a resposta.

Por isso, a maioria de nós desaprendeu a pensar de verdade. E tudo o que a gente faz é replicar pensamentos antigos. E isso é muito triste e frustrante.

Como quebrar crenças limitantes

Uma das coisas mais complicadas nesse raciocínio é o simples fato de que tudo o que você acredita tem um campo de energia, assim como tudo o que você sente.
Pense na sua vida como se fosse uma balança. De cada lado tem um balde disputando força. No balde A, você coloca cada coisa que você acredita como medo e todas as crenças limitantes. E cada coisa que você quer conquistar vai para o balde B. O problema é que o balde A já está muito pesado e é esse balde que acaba mandando em você.

Uma das formas para você quebrar o seu paradigma é com a repetição do oposto. Exercícios conduzidos e afirmações positivas funcionam, mas é um processo lento. Se você quiser mesmo mudar o seu paradigma, você precisa de um conjunto de fatores, com as ferramentas certas para isso.

Quando usamos ferramentas incorretas para tratar a nossa sombra, que foi o que nos criou a vida inteira, a gente não consegue. Muitas vezes você tenta transpor isso e começa a fazer tudo o que tem que ser feito. E, então, entra em uma fase que parece que a vida está mesmo sorrindo para você. Mas, você começa a se autossabotar, esperando que algo ruim aconteça, porque não acreditam que mereçam isso.

Conscientemente, não tem nada que diga isso. Mas essa crença está tão impregnada nela, que ela simplesmente não acredita que possa merecer coisas boas acontecendo em sua vida.

Quando você começa a acreditar que coisas boas são possíveis, promoções no seu trabalho começam a surgir. Você começa a fazer o trabalho de limpeza interna e aquele balde com todas as suas limitações dizendo que você não consegue começa a ficar mais leve e o balde das metas e criatividade fica mais pesado.

Um resumo de tudo

Por fim, quero que você entenda que, deixando seu medo e seu “eu” personagem tomar conta de você, nunca será possível que você cresça na vida e conquiste seus sonhos. E, para isso, você precisa limpar suas crenças limitantes.

Não interessa a sua realidade. Você está presa nela pelo seu conjunto de paradigmas. Saiba que você pode ir mais longe no que faz e conquistar muito mais, até mesmo trocar de profissão para ser o que você quer ser.

Para conseguir mudar, você precisa fazer uma mudança no seu sistema. Equilibrar a taxa de entrada e a taxa de saída. Isso significa vibrar na sintonia certa, emanar a energia certa, para receber mais disso de volta.

Você precisa alinhar o seu racional com o irracional, consciente com o inconsciente. Não adianta querer muito uma coisa se você tem medo disso. A sua vibração será o medo e você nunca vai alcançar o seu desejo.

E, além de tudo, você precisa descobrir o que você não sabe que não sabe. As coisas que você sabe que não sabe são, por exemplo, saber que você não sabe falar japonês. Mas, quando você não sabe que não sabe, você é totalmente manipulado.

Por isso, comece a se desconstruir, saia da sua zona de conforto, perca o medo, acabe com as crenças limitantes. Se você pudesse ser tudo o que nasceu para ser, quem você seria?

Achou interessante entender tudo isso sobre prosperidade? Comente aqui embaixo o que você mais aprendeu com esse artigo, adoramos saber o que você achou. Além disso, você pode acessar muito mais desse assunto no canal Bruno Gimenes, no YouTube. Gratidão e muita luz para você.

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra