Obsessão espiritual: o vício em emoções negativas

Você já ouviu alguém dizer que uma pessoa fez tal ação, porque estava sob influência de demônios? Provavelmente, você deve ter se perguntado se isso existe mesmo. A verdade é que estar sob influência de outro ser é mais comum do que você imagina. No entanto, não há vítimas, mas sim espíritos com padrão de vibração semelhante. Neste artigo, vamos explicar o que é o processo de obsessão espiritual, como acontece e quem são os espíritos obsessores.

O que é obsessão espiritual?

Obsessão é o ato de exercer influência negativa. Trata-se de um termo clássico e tradicional utilizado em meio à comunidade espiritualista que passa a ideia de que uma ou mais pessoas, lugares, objetos ou entidades, estão sofrendo influência negativa de origem espiritual. A designação obsessão espiritual revela o caráter extrafísico do processo. Portanto, de forma geral, trata-se de obsessão invisível e silenciosa. Logo, com baixíssimo grau de percepção por parte do obsediado. 

Existem diversos tipos de obsessão, como por exemplo, entre pessoas encarnadas, entre espíritos desencarnados, entre pessoas e espíritos. Porém, neste caso, vamos falar, exclusivamente, da ação de seres desencarnados sobre os encarnados. A obsessão é um sistema energético que funciona pela presença do obsessor e do obsediado. Não há um sem o outro.

O que acontece depois da morte física

Para considerar a obsessão espiritual, antes precisamos considerar a existência do espírito ou o caráter imortal da alma. Ao desencarnar, a alma guarda consigo todos os aspectos de sua personalidade, o lado positivo e o negativo. Quando a morte vem, a única coisa que se perde é o corpo físico. Portanto, o temperamento, a base moral e o universo de pensamentos e sentimentos ficam preservados.

A morte é uma transição necessária que acontece para que as pessoas possam reavaliar seus estágios de evolução e para que possam se reciclar quanto aos seus propósitos e necessidades. Definitivamente, quanto mais você focar o sentido de uma vida física na busca por evolução espiritual e reforma íntima, mais chances você terá de não se tornar um obsessor no pós-morte! 

“Eu, um obsessor?” Esse é um caminho, infelizmente, muito comum! O motivo é simples, você vive uma vida inteira sem propósito espiritual e sem focar na evolução da sua consciência e na realização da verdade da sua alma. A consequência é que a morte vem e você não estava preparado para ela. Isso implica em sentir muitos sentimentos negativos, como apegos, medos, tristezas, mágoas, ressentimentos e irritações. É aí que as obsessões mais simples, as quais são as mais ocorrentes na vida humana, surgem.

O seu corpo já virou resíduo no cemitério, mas aquele vício por cigarro, álcool ou aquela alimentação desregrada ainda está muito forte. O que você acha que acontece? Você acha mesmo que, somente porque você é um espírito desencarnado, tudo será curado? Ledo engano. O lado espiritual da vida revelará totalmente o que você é em essência! Mostrará a face escura e a face clara da sua alma! O lado que estiver mais nutrido vencerá!

Não existe um Deus que castiga, pois céu e inferno são estados de consciência que sintonizam a pessoa em ambientes bons ou ruins. O céu e o inferno são aglomerados de coisas, pessoas, energias de mesmo padrão. Portanto, você terá o seu magnetismo pessoal como o GPS que lhe guiará para o seu ambiente perfeitamente adaptado para o que você é.

Como surge a obsessão espiritual

Cada ser define se vai evoluir pelo amor ou pela dor. Contudo, evoluir não é uma escolha, é uma lei natural, a qual você não pode se desligar.

Você tem a oportunidade de, após a morte do seu corpo físico, seguir no caminho da consciência e da continuidade da sua evolução, mesmo que isso exija dedicação, empenho e muito trabalho. Sempre há uma mão estendida do lado espiritual, proporcionando ajuda no sentido da elevação moral daquele que acaba de desencarnar. Todavia, ceder aos impulsos da carne e obedecer a um chamado da alma não é tarefa simples, em especial para aquele que se intoxicou profundamente no período de uma vida, com ilusões mundanas, materialismo excessivo e paixões animalizadas.

Missão de Vida

Se o espírito recém-desencarnado não se dedicar ao aprimoramento de sua alma, cederá aos impulsos ainda remanescentes de uma alma contaminada pelo estilo de vida material sem valores espirituais. É nesse momento que a evolução pelo caminho da dor pode começar. 

Como saciar os desejos de uma alma doente e dependente de elementos de uma vida material? Somente com elementos do mundo material. Dessa forma, o espírito apegado ao modo de vida na Terra ignora o chamado que levará ao o seu aperfeiçoamento para ser magnetizado aos elementos que provocaram a ilusão da saciedade.

Com esta escolha, o espírito passará a seguir o caminho da vampirização energética. De forma magnética, será atraído para pessoas encarnadas que estejam mergulhadas nas sensações em que ele é viciado, passando a participar ativamente da aura de acontecimentos e das idas e vindas dessas pessoas.

Você pode se interessar por: Espírito obsessor: como saber se você está com um?

Quem são os espíritos obsessores

Você sabia que 90% das obsessões não são feitas por espíritos malignos? Você não precisa ser uma pessoa maldosa para se tornar um obsessor espiritual, basta que você se deixe levar pelas emoções negativas, que feche as portas para a necessidade de evolução e que mergulhe nos erros da invigilância espiritual, para que você se torne um candidato a obsessor. É simples assim!

Além disso, essa mesma porcentagem de obsessores procuram amigos e familiares. Da mesma forma que vivemos no mundo material em grupos sintonizados por afinidades, quando desencarnamos e não aprendemos a domar as emoções viciantes, voltamos a procurá-los. Assim, as obsessões têm a maior tendência de acontecer com parentes e amigos.

É importante evidenciar que o elemento de ligação entre o obsessor e o obsediado é um conjunto de emoções e sentimentos. Em outras palavras, o obsessor reconhece no obsediado uma ponte para que ele volte a experimentar os fluidos de determinadas sensações, portanto não existem vítimas, somente consequências de ações. Sem dúvida, os obsessores procuram os seus semelhantes!

Basicamente, o obsessor se alimenta de uma ou mais sensações específicas que são geradas na associação do corpo mental e emocional do obsediado. E, para que essas sensações sejam produzidas, o obsessor irá constantemente estimular seu alvo a tais ações. Com essa corrida sem fim, o obsediado passa a ser manipulado não somente pelos seus próprios vícios, mas também pela ações de entidades externas.

Por meio dessa influência, o obsediado aumenta o seu nível de dependência e desequilíbrio. Também pode começar a sentir outros anseios, dores, emoções e traços de temperamento do seu obsessor, o que provocará inúmeras sensações inconvenientes.

O processo de obsessão dificilmente é percebido por pessoas  materialistas (aquelas que não estão abertas para enxergar, sentir e acreditar no lado espiritual da vida). Para elas, as consequências negativas das obsessões dão a impressão de ser fruto apenas de um desajuste meramente pessoal.

Tipos de obsessões espirituais 

O tipo de obsessão espiritual relatado anteriormente é o mais comum, porém não é o único. A seguir, vamos citar outros padrões de obsessões bem mais complexas e arquitetadas:

  1. Obsessões de inimigos espirituais: As consequências de desavenças entre pessoas podem atravessar os séculos. Quando uma pessoa está no plano físico e outra no plano espiritual, uma obsessão espiritual pode surgir. Os laços negativos dos conflitos passados criam sintonia entre os dois seres. O desencarnado toma proveito da invisibilidade dele para fazer valer a influência negativa, promovendo vingança, ataque ou qualquer que seja a ação perniciosa.
  2. Sistemas energéticos de viciação: Nos ambientes conhecidos por umbral (região extrafísica onde existe grande perturbação e sofrimento), espíritos especializados na obsessão coletiva desenvolveram sistemas complexos para garantir a exploração em escala maior dos fluidos vitais humanos, por áreas de interesse (escolas e universidades, grupos religiosos, bares e prostíbulos, festas e eventos e grupos políticos). Se uma pessoa desavisada agir de forma que provoque alterações nos sistemas desses seres das sombras, ela sofrerá graves consequências. Porém, se ela não estiver agindo contra nenhuma lei da justiça divina, será amparada pelos seres de luz.
  3. Retaliação de obsessores de terceiros: Imagine que você esteja ajudando alguém a se livrar de um vício ou a curar aspectos da personalidade inferior de alguém que esteja sob influência espiritual de uma entidade qualquer. Pela mudança no padrão energético da pessoa que está buscando ajuda, ela passará a ser considerada pelo obsessor como a responsável pela perda de seu “escravo”. Logo, pode começar a sofrer ataques espirituais da entidade perturbada.
  4. Obsessão por encomenda: Neste caso, a pessoa interessada no mal de alguém encarnado, encomenda o serviço para algum feiticeiro que cobra um valor pelo serviço. Este feiticeiro trabalha em consórcio com espíritos malignos especializados, os quais avaliam detalhadamente as falhas morais e os pontos fracos do alvo, para o planejamento das ações obsessivas. A ação do trabalho poderá facilmente atingir o alvo se este sucumbir às falhas morais que dão vida aos efeitos da ação obsessiva.
  5. Obsessão por implantes extrafísicos: Para organizar um sistema de obsessão espiritual mais efetivo e eficiente, os espíritos especialistas das sombras criaram um complexo sistema de obsessão por dispositivos tecnológicos, os quais substituem a necessidade da presença constante dos espíritos escravos ou dos soldados das sombras no ambiente das obsessões. Os implantes são pequenos dispositivos implantados nos corpos espirituais dos encarnados que pulsam vibrações específicas para o objetivo de cada obsessão.

Tipos de obsessores

  1. Simples: aquele parente ou amigo que está preso ao plano físico simplesmente pela sintonia de apego a emoções e sentimentos mundanos. Por essa causa, acaba se tornando um obsessor, muitas vezes sem ter consciência do caráter pernicioso da ação dele.
  2. Escravizado: após atingir um nível de profunda dependência e apego aos desejos mundanos, esses seres são escravizados por entidades especializadas, que os utilizam oferecendo permutas e os mantendo como trabalhadores para os mais diversos tipos de ação.
  3. Quiumbas: são os bagunceiros e vândalos espirituais. Não se prendem a nada e não tem nenhuma intenção elevada. Não tem ambição de nada, apenas bagunçar. Normalmente, andam em grupos contendo mais do que três quiumbas. Podem facilmente afetar um ambiente tornando-o um campo de discussões e desentendimentos.
  4. Soldado das sombras: é uma classe de espíritos realmente conscientes do mal, arredios, revoltados e contrariados. Eles sabem o que estão fazendo, estão conscientes dos papéis deles e das consequências. São empregados nos mais diversos tipos de trabalhos sempre orientados por espíritos especializados.
  5. Especialistas: são peritos nas artes de manipulação de fluidos vitais, na influência por meio da hipnose e na disciplina mental. Em outras palavras, são especialistas no domínio dos elementos. De forma alguma se deixam mostrar, bem como não trabalham em causas pequenas. Estão empenhados em atuar em ações coletivas ou em pessoas importantes no mundo (políticos e líderes espirituais), cujo suas ações refletem consequências em muitas pessoas.

Por fim, a obsessão acontece no sentido de sugar os fluidos corpóreos extrafísicos, exalados pelos ambientes e pessoas que produzem as sensações as quais o obsessor necessita. Quase sempre, o objetivo não é fazer mal a ninguém, apenas alimentar as sensações de carência dele com os fluidos energéticos das práticas realizadas na Terra por um ou mais encarnados. 

Conforme o livro Poder Extrafísico, dos autores Patrícia Cândido e Bruno Gimenes, quando se trata de vibração, energia cósmica e lei natural, não existe injustiça. Não existe bem ou mal. Uma coisa está sempre ligada à outra. Ou seja, cada ação gera uma reação. Então, precisamos entender que não há culpados. O que existe são influências.

Você pode gostar de: Como se livrar dos Espíritos Obsessores

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

Somos o Grupo Luz da Serra, uma empresa referência em desenvolvimento humano e espiritual. Há mais de 15 anos, transformamos a vida das pessoas com livros, cursos e treinamentos, porque o nosso propósito é fazer um mundo mais feliz, saudável e próspero.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra