HomeLuz da SerraO PAI DA NOVA ERA

O PAI DA NOVA ERA

Sempre pensei que, se Deus determinou ser necessário duas pessoas para gerar uma criança, então, essa parceria também deveria ocorrer na criação de um filho. Esse pensamento, constantemente, me inquietava já que, na nossa sociedade, o papel de destaque é sempre da mãe, ficando a figura do pai em segundo plano. Fico animada ao ver que esse cenário está se modificando e os pais, cada vez mais, participam da educação dos filhos, dividindo as tarefas e obrigações. Os pais representam, na maioria das vezes, a voz da razão, sendo o lado prático e funcional da criação. A mãe surge como a protetora, aquela que escuta e fala com o coração aquilo que é necessário ser dito. Esse balanço de papéis é que faz a química ideal para a formação de um ser.

Vejo, muito animada, essa mudança de cenário quanto à participação dos pais na família. Antigamente, o homem era visto somente como o provedor financeiro e o responsável pela ordem da casa. Era a sua voz impositiva que determinava os castigos e os limites. Venho de uma criação na qual esse quadro já mudava, pois o meu pai também era um referencial de amor na minha vida, entretanto a educação sempre cabia à minha mãe. Pesquisas já mostram que cerca de 50% dos homens ajudam nas tarefas domésticas, dividindo com as mulheres as atribuições da casa e da criação dos filhos. Esse quadro aponta que a mudança está ocorrendo, fortalecendo a parceria entre o homem e a mulher na educação das crianças.

Pela própria natureza do homem, ele se mostra, na paternidade, de uma forma mais racional. O pai é mais prático e consegue impor melhor os limites para os filhos. É claro que essa é uma generalização, existindo exceções nas famílias. Esse comportamento, também, não implica que o pai seja menos amoroso, nada disso! Apenas consegue separar a razão da emoção com mais facilidade que a mãe. Percebendo estruturas familiares, o pai é aquele que dá mais força mental às crianças, fazendo-as reagir e enfrentar a vida com mais firmeza e praticidade. Com eles, não é necessário tanta conversa e psicologia. A vida é simples, prática e vamos em frente! É por isso que é tão importante a figura paterna na vida dos pequenos, já que ela é o referencial de força que faz o equilíbrio com a doçura da mãe. A razão, nesse caso, é confundida com a força física, mas a verdade é que o pai é a representação dela.

Penso que, numa criação ideal, é preciso existir a presença das duas figuras de forma balanceada. Uma não deve se sobrepor à outra, mas se unirem para dar aos filhos o equilíbrio do caminho. A educação materna é mais emocional, sabendo ouvir e compreender os filhos. O amor do pai é leve, descontraído e indica os caminhos com simplicidade. Assim se forma uma família na qual o respeito e o amparo de ambas as partes contribuem para o tutelamento  desse ser que está sendo amado e preparado para os desafios da vida.

E não podemos deixar de citar a importância da consciência espiritual dos pais. O papel de trazer Deus para o seio da família sempre foi das mães, mas isso também está mudando. Cada vez mais, podemos ver pais engajados com a sua caminhada espiritual, buscando ferramentas que o ajudem a melhorar e evoluir como espírito. Esse exemplo está sendo visto pelos filhos e reforça a importância dessa consciência para a vida. Não cabe mais somente às mães formar suas crianças, essa tarefa deve ser dividida em todos os aspectos.

E assim, nesse momento de transição planetária e em plena era da mulher, vemos se formar um novo tipo de pai. Uma figura mais amorosa, compreensiva, alegre, leve e presente que participa com entusiasmo de todos os momentos da infância dos seus filhos. Vemos pais que babam e se emocionam com cada pequeno passo ou com as grande conquistas dos seus pequenos . Esse pai que está aprendendo a ser mais emocional nas suas relações, ajudando na construção de um lar equilibrado e amoroso. Então, nesse dia dos pais, parabenizo todos os homens que se permitem aprender a amar de uma nova forma quando vê o seu filho nascer e fazer brotar dentro dele sentimentos tão profundos e transformadores. Parabéns aos pais que, mesmo sem manaul de instrução, estão aprendendo e fazendo bonito nessa caminhada que é a PATERNIDADE!

Namastê.

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!

Deixe um comentário

NENHUM COMENTÁRIO