O DESAFIO NOS RELACIONAMENTOS

Tenho feito alguns questionamentos no consultório, os quais só demonstram o que realmente representam as nossas relações. Sempre temos em nossa vida aquelas pessoas que simpatizamos e aquelas que nem tanto. Mas por que isto acontece? Será que são pessoas que já conhecemos de outras vidas e temos dívidas com elas? Ou tem outro significado?

Geralmente quem estuda a vida de forma reencarnacionista – seja na crença que for – logo já acha que as pessoas que não temos afinidade foram aquelas que prejudicamos em outras vidas. Infelizmente quase todas as religiões tratam deste assunto com este olhar. Porém, tenho visto que não é assim não. Raramente aparecem nas regressões que a pessoa que nos faz mal é porque temos dívidas com ela.

O que nos aparece – quase sempre – são os desafios e limitações que nós temos nesta existência e como se libertar disto. Mais uma vez nos deixando claro que não existem vítimas, nem vilões.

Depois de ter esta ideia em mente, comecei a perceber que nós temos desafetos porque as pessoas que nos irritam, criticam ou magoam, por exemplo, só fazem isto para vermos como nos tratamos. Num dia desses, pedi a para uma pessoa pensar num desafeto, alguém que não tem afinidade. Depois pedi porque a pessoa era um desafeto. Ela me disse: “ah o problema dela é que ela critica tudo: minha casa, a disposição dos móveis, as coisas fora do lugar”… E aí eu perguntei: como você se trata? Ela se emocionou e disse: “vivo me criticando”!

Então, este é um exemplo bem interessante para pensarmos que as pessoas se aproximam e incomodam porque elas são nossos espelhos mesmo: servem para nos mostrar como nos tratamos e de que forma nós agimos com nós mesmos.

Da mesma forma, podemos perceber que as pessoas que temos afinidade demonstram as coisas boas que temos a oferecer.

Portanto neste momento, pense em alguém de quem você gosta muito… Por que você gosta dela? Quais são suas principais características? Depois, reflita se você não age assim com você mesmo.

E quando quiser saber o porquê de certas pessoas se aproximam de você e lhe prejudicarem ou incomodarem, faça o mesmo exercício e você terá a resposta imediatamente.

Estas são formas bem fáceis de detectar e já procurar a resolução do padrão de pensamento, sentimento ou emoção que as pessoas com quem nos relacionamos causam em nós.

Acredito, dentro desta reflexão que fizemos agora, que as nossas relações existem e que criamos vínculo para compreendermos quem nós somos, o que queremos e como agimos com nós mesmos.

Quando temos noção disto, começamos a nos harmonizar com as pessoas de tal forma, que os desafios continuam, as pessoas aprontam, mas não interferem tanto em nosso estado de humor. Pois logo já procuramos identificar e mudar a energia para que a pessoa “não seja uma pedrinha no sapato”. Claro que quando precisamos de reforma íntima o processo não é tão fácil. E quando vemos que é difícil de detectar o porquê da relação ser como é, precisamos procurar ajuda para resolver. Entretanto, já temos um indicativo bem importante para auxiliar nos equilíbrio das nossas relações, bem como da relação que temos conosco.

 

Por Cátia Bazzan – Autora do livro Ame Quem Você é – Saiba que a melhor escolha é a sua

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

Somos o Grupo Luz da Serra, uma empresa referência em desenvolvimento humano e espiritual. Há mais de 15 anos, transformamos a vida das pessoas com livros, cursos e treinamentos, porque o nosso propósito é fazer um mundo mais feliz, saudável e próspero.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra