Mantras indianos: conheça suas aplicações

Há séculos, os mantras são uma prática espiritual presente no dia a dia dos indianos. Normalmente, as pessoas utilizam os mantras para buscar harmonia e equilíbrio, mas também podem ser usados para pedir por saúde, direção e prosperidade. A prática é simples, basta repetir algumas sílabas para se conectar à essência do universo. Veja agora alguns mantras indianos e conheça suas aplicações.

mantas-indianos-paisagem-da-Índia

Mantra para remoção de obstáculos e atração de prosperidade

“Om Gam Ganapataye Namaha
Om Gam Ganapataye Namaha
Gauri Nandana Gajavadana
Om Gam Ganapataye Namaha”

Tradução: “Om e saudações àquele que remove obstáculos do qual Gam é o som seminal.”

Esse mantra é dedicado a Ganesh, um dos deuses hindus mais venerados de todos os tempos. Ganesh, Ganesha ou Ganapati é uma divindade muito querida pelo povo indiano, pois ama os seres humanos e destrói os obstáculos que impedem o desenvolvimento material e espiritual. Ou seja, auxilia os devotos na conquista de objetivos, metas e novos empreendimentos, sendo associado a todas as manifestações de prosperidade. Na Índia, costuma-se entregar nas mãos de Ganesha tudo o que é novo, tudo aquilo que está por começar, pois ele é o senhor do Bom Princípio.

Leia também: Mantras para relaxar – degraus em direção à pura consciência

Tudo em Ganesh tem um sentido, uma lição de vida.

Enquanto a grande cabeça de elefante é para pensarmos muito, as orelhas grandes são para ouvirmos mais. Já os olhos pequenos lembram de nos concentrarmos, e a boca pequena, de falarmos menos. Na mão direita, Ganesh traz um machado para cortar todas as ligações, os apegos. 

Além de uma flor, na mão esquerda segura uma corda que serve para manter a pessoa próxima da sua meta. O atributo mais interessante de todos, presente em todas as gravuras de Ganesh, é o rato, que representa o desejo e o ego. Você somente pode montá-lo se o controlar, senão ele causa destruição. Muito querido e respeitado em toda a Índia, de norte a sul e em todos os templos existe uma imagem sua à porta, guardando o recinto, como fazia quando criança, na casa da sua mãe.

De acordo com uma lenda, Ganesh, a pedido de Brahma, extraiu um pedaço do próprio dente e o cedeu ao sábio Vyasa, para que ele pudesse escrever o épico Mahabharata. Ele está associado às crianças, à comunicação, à inteligência, à força intelectual e ao dever. Também guia a humanidade e seus caminhos na vida, iluminando-nos. É o protetor e inspirador dos escritores. 

mantras indianos: monge budista contemplando uma paisagem iluminada, colorida e com muita natureza.

Gayatri Mantra

“Om Bhur Bhuvah Svah
Tat savitur varenyam
Bhargo devasya dhimahi
Dhiyo yonah prachodayat”

Tradução: “Ó grande luz do universo, Ó grande removedouro da dor e da tristeza, Descei vossa luz ao nosso intelecto, Para que possamos saber a direção correta.”

Entre todos os milhões de mantras compilados e guardados nos arquivos do Extremo Oriente, o mantra Gayatri é universalmente considerado a essência de todos os mantras. As palavras sânscritas contêm a vibração essencial das esferas superiores de luz brilhante e todo o seu poder e potencial espiritual. O mantra Gayatri possui muitos milhares de anos de  idade e foi descoberto e difundido por um santo (rishi) hindu chamado Vishwamitra, um rei que se empenhou arduamente para obter poder espiritual.

Portanto, na Índia o Gayatri Mantra é um dos mais cantados, pois em suas sílabas reside a essência dos Vedas, a literatura sagrada da Índia. O mantra está todo relacionado ao aspecto iluminador e abrangente de Brahma. Em verdade, o mantra nos mostra a natureza essencial de toda a existência. A Deusa Gayatri é uma das formas femininas do Deus Brahma, de Vishnu e Shiva. Ela representa a base, o substrato de toda a existência. Ela é a expansão do OM ou a energia que o movimenta. Num estudo mais aprofundado, o mantra se revela como sendo a representação do Sol Espiritual ou a Luz da Consciência.

Sem essa Luz, o próprio Brahma (criador na trindade hindu) perderia seu sentido de ser. Logo, não haveria o que ser sustentado ou preservado. Ela seria a ponte ou a ligação inquebrantável do Deus Supremo (o Todo) com tudo. Seria a Presença invisível e subjacente a tudo. Assim, o mantra tem sua aplicação no sentido de manifestação, de realizar o potencial de vir a ser. Segundo os Vedas, o Gayatri protege quem o recita. Ele deve ser cantado todos os dias, de preferência de manhã, de tarde e de noite. Ele pode ser dividido em três partes para maior entendimento. A primeira parte é de louvor, a segunda de meditação e a terceira de prece. Primeiro saudamos a Realidade Suprema, depois fixamos mente e coração. Por último apelamos para a purificação e a iluminação. O mantra é também atribuído à perfeita expressão, harmonia e unidade. 

Ouça, se preferir: Áudio Gayatri Mantra 
mantras indianos: estátua de buda

Invocando a energia da Mãe Divina para multiplicar o que há de bom no universo

“Om Tare Tuttare Ture Svoha”

Tradução: “Om e saudações à Tara (Grande Mãe Divina) que nos abriga e sustenta e que com seu poder alimenta a vida em todo o Universo.”

Esse mantra invoca a energia da Mãe Divina, nos trazendo a força, a compaixão e a misericórdia da Mãe Maria e de todas as manifestações da força feminina. Através desse mantra, ativamos a energia da criação e da multiplicação, trazendo à nossa vida a mesma força que a Mãe Terra utiliza para que todas as sementes cresçam sobre ela. Podemos meditar com esse mantra para criar prosperidade e multiplicação das forças positivas em nossa vida.

Mantra para transcender obstáculos e sempre ir mais além na escala da evolução

“Gate Gate Paragate Parasamgate Boddhi Soha”

Tradução: “Indo, indo, indo além, indo mais além, alcançando a Luz – Assim Seja!”

Os Gates são as cadeias de montanhas do Himalaia (lugar mais alto do mundo) onde está localizado o Tibet e parte da Índia. Esse mantra sugere que para alcançar a iluminação temos de atravessar um longo caminho, ultrapassando muitos obstáculos e montanhas para que possamos chegar a outra margem.  Muitas vezes parece difícil demais alcançar alguns objetivos, principalmente a Iluminação Espiritual. Com esse mantra, conseguimos fazer uma coisa de cada vez, realizar o que é possível a cada dia, simplesmente andar pelo caminho.

mantras indianos: monge budista meditando

Mantra para saudar Krishna e Rama

“Hare Krishna, Hare Krishna
Krishna Krishna, Hare Hare
Hare Rama, Hare Rama
Rama Rama, Hare Hare”

Tradução: “Saudações ao Senhor Krishna, a Suprema Personalidade Divina e Saudações ao Senhor Rama, a Sabedoria e a Reta Justiça!”

Conhecido como Mahamantra, quando o entoamos, ou simplesmente pensamos nele, o amor universal se faz presente no mesmo momento, abençoando todos os seres. Krishna e Rama representam a parte mais bela, pura e angelical da criação divina. Na Índia, Krishna e Rama são representados por um lindo jovem, de pele azul, que usa enfeites com flores, joias, penas de pavão e uma flauta que traz as notas musicais mais divinas. Dentro da filosofia hindu, esses elementos são utilizados para representar as perfeitas criações de Deus. O pavão simboliza a beleza do reino animal, as joias representam as pedras preciosas, o reino mineral. A flauta é o ar, o som se propagando, representando aquilo que não podemos ver, mas podemos sentir com o coração. As flores são as lindas manifestações do reino vegetal.

Sendo assim, a consciência de Krishna e Rama é o Todo que está em Tudo. Viver na consciência de Krishna e Rama é compreender a presença da luz de Deus em todos os seres e em todas as coisas da natureza. Krishna e Rama não são necessariamente um ser de pele azul, mas o próprio azul do céu que nos ampara e nos brinda a cada manhã de sol.

O canto de palavras sagradas em seu idioma original tem o poder de controlar os ciclos cerebrais e organizar os pensamentos de forma tranquila, trazendo consciência, criatividade, amorosidade e paz. 

Os mantras auxiliam no controle da respiração, na circulação sanguínea, no autoconhecimento e no desenvolvimento das maiores virtudes, que são sathya (verdade), shanti (paz real), prema (compaixão) e sadhana (disciplina espiritual). Eles trazem a tranquilidade dos Grandes Mestres (Krishna, Buda, Rama, Jesus, Maomé, etc.) ao nosso coração, eliminando a agressividade e a violência, tão presentes em nosso mundo.

Se você se sente chamado a cooperar com as pessoas a sua volta, a ajudar na evolução e na regeneração do planeta, buscando uma nova era de luz, mas não sabe por onde começar, busque o livro ou o tarô dos Grandes Mestres (Krishna, Buda, Rama, Jesus, Maomé, etc) e obtenha conselhos inspirados e eleve a sua alma.

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

Somos o Grupo Luz da Serra, uma empresa referência em desenvolvimento humano e espiritual. Há mais de 15 anos, transformamos a vida das pessoas com livros, cursos e treinamentos, porque o nosso propósito é fazer um mundo mais feliz, saudável e próspero.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra