HomeLuz da SerraDecisões: o exercício do poder pessoal

Decisões: o exercício do poder pessoal

Existem pessoas que têm dificuldade de tomar decisões. De algo simples como qual filme assistir a algo mais complexo como a compra de um móvel. Cada momento de decisão se torna um tormento, criando uma situação desconfortável. Nesse momento, somos tomados por dúvidas, questionamentos e inseguranças que dificultam ainda mais esse processo. Essa situação é muito mais comum do que imaginamos e acomete muitas pessoas, causando bloqueios em suas vidas que vão além da sua capacidade de decidir. Essa é apenas uma ponta do iceberg que, no fundo, mostra muito mais do que inabilidade de escolher um caminho. Então, eu lhe pergunto: o que nos causa esse comportamento? Por que é tão difícil tomar uma decisão?

 Muitas vezes, a decisão a ser tomada envolve uma terceira pessoa e o relacionamento que existe. Quando se precisa tomar uma decisão que afetará o outro, entra em jogo as nossas inseguranças dentro do relacionamento. Nesse cenário, estamos presos na necessidade de agradar e, decidir algo que cause descontentamento no outro, nos provoca insegurança. O dilema não é O QUE escolher, mas qual a decisão que irá agradar o outro para que assim ele não me rejeite? O que escolher para que continue sendo aceito? E assim vamos pautando a nossa vida, sendo displicentes com a nossa vontade, fazendo prevalecer à vontade do amigo, do companheiro, da mãe, do pai, etc. Entramos num caminho no qual sufocamos os nossos desejos e prioridades para que consigamos agradar. A escolha de um filme, uma refeição que será dividida, a estampa do sofá, qual programa assistir e tantas outras situações nas quais vamos dizendo para nós mesmos que o outro pode escolher, que essa decisão nem é tão importante assim, que para você tanto faz, portanto que ELE esteja feliz. E você? Onde fica a SUA felicidade?

Pensamos que estamos felizes com esse comportamento, mas ele vai contra a lei natural da vida de aprendermos a exercer o nosso poder pessoal. Quando delegamos ao outro essas pequenas decisões, vamos sufocando o nosso poder pessoal e criamos um bloqueio para conseguir exercê-lo naturalmente. Muitas das decisões das quais abrimos mão são fáceis de tomar, mas outras nos causam desconforto, gerando energias negativas em virtude da nossa omissão. Essas energias densas criam bloqueios no campo áurico, dificultando ainda mais a capacidade de decidir. Vamos perdendo essa habilidade e chegamos a um ponto em que precisamos de alguém até para comprar uma simples blusa.

Entramos num processo no qual minamos a nossa autoconfiança, desacreditando que sejamos capazes de decidir sem ouvir opiniões. Temos medo de errar. Temos medo desagradar. Temos medo de assumir responsabilidades diante de nós mesmos. Enfim, deixar que o outro decida é delegar essa responsabilidade que cabe somente a nós mesmos. Isso não está correto! Precisamos aprender a exercer o nosso poder pessoal, fazendo as nossas escolhas. Errando. Acertando. Tanto faz! Esse é o processo do crescimento que fortalece o nosso poder e torna as decisões cada vez mais fáceis. Isso tudo acontece porque, quando decidimos, alimentamos a nossa autoconfiança e autoestima. Olhe para as pessoas que conseguem tomar decisões com facilidade. Normalmente, eles são autoconfiantes, seguras e têm uma autoestima elevada.

Para que você alcance esse estado, comece a decidir! Pare de delegar aos outros essa responsabilidade. Tente! Se errar, aprenda com os seus erros. Eles serão essenciais para lhe auxiliar em decisões futuras. Retome esse hábito e tenha-o como meta pessoal. Procure auxílio caso não consiga superar esse padrão negativo de comportamento. Terapias energéticas ajudam a desfazer os bloqueios emocionais e mentais que nos condicionam e esse modo de agir. Elas nos alimentam de positividade para que consigamos nos libertar desse hábito, aumentando a autoestima e confiança pessoal. Muitas vezes, carregamos essa dificuldade há muitas encarnações, sendo esse um bloqueio espiritual. Num tratamento de autoconhecimento pessoal, é possível acessar a raíz do problema, cortando sintonias que alimentam esse padrão nessa atual existência.

Muitos são os caminhos para melhorarmos, mas a decisão de ser uma pessoa melhor é sua. Essa responsabilidade não é de mais ninguém e só você pode decidir. Então, abandone seus medos, seus receios, suas inseguranças e siga em frente! Estamos nesse mundo para evoluirmos e negar esse caminho só nos causa dor e sofrimento. Então, qual a sua decisão? 

 

Caso deseje tirar alguma dúvida sobre esse assunto ou fazer algum comentário com a autora, entre em contato com [email protected]

Karina Sensales é Terapeuta Holística e Psicoterapeuta Reencarnacionista, trabalhando com terapias vibracionais e regressão terapêutica. Atualmente, atende na cidade de Águas Claras/DF e à distância. Para maiores informações, visite seu site: http://luzdaserra.com.br/conectados/karinasensales/servicos/

Confira o vídeo informativo sobre atendimento à distância: http://www.youtube.com/watch?v=xRum4F_hPZI&feature=share

 

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!

Deixe um comentário

NENHUM COMENTÁRIO