Amizade

         Você já parou pra pensar no significado desta palavra?

         Você se considera um bom amigo? Acha que tem amigos? Amigos de verdade? O que significa pra você ser um amigo de verdade?

         Existem inúmeras mensagens que circulam pela internet falando sobre este assunto. Sempre prezei muito minhas amizades e aprendi ao longo do tempo, que um amigo verdadeiro é uma jóia de valor incalculável. Sempre procurei ser uma boa amiga também, mas hoje me questionei sobre o que eu realmente entendo por ser “uma boa amiga”.

         Faz pouco mais de um mês, que uma grande amiga, dessas verdadeiras, sofreu um acidente de moto. Já fazia um bom tempo, que não nos víamos. Sabe como é… a correria do dia a dia, as mudanças de caminho que cada um escolhe, os interesses que nem sempre continuam os mesmos, os motivos são inúmeros.

         A questão é que fiquei sabendo do acidente dela, pelo facebook. Fiquei surpresa quando li os agradecimentos que ela fazia à algumas pessoas que a socorreram e estavam dando força neste momento. A primeira coisa que me veio à cabeça foi: como não fiquei sabendo disto antes? Por que ninguém me avisou? Por que ela não me avisou? Bla,bla,bla…

         Depois parei e me dei conta: como eu ficaria sabendo, se não tenho tido contato com ela há muito tempo? Por que ela me avisaria se estamos afastadas e vivendo momentos de vida diferentes? Então fiz uma coisa que já poderia ter feito há tanto tempo e… não fiz; liguei pra ela. Simples assim!


CHAVES PARA ATIVAR O PODER OCULTO DAS ERVAS


Desperte o Poder das Ervas para a Transformação e Equilíbrio da Alma

Baixe agora o e-book completo!

         Ela ficou muito feliz com meu telefonema e disse que entendia, que cada uma tinha se afastado, por tantos motivos que já nem sabíamos mais todos eles. Enfim, conversamos bastante, e me coloquei a disposição, caso ela precisasse de mim por algum motivo.

         Para minha grata satisfação, ela aceitou minha oferta e pude ajudá-la algumas vezes, levando-a para fazer exames. Tempos depois ela ficou sabendo que precisaria fazer uma cirurgia. Fui visitá-la no hospital e mais uma vez, falamos sobre a importância de não se deixar uma amizade como a nossa em segundo plano.

         Uma semana depois ela me pediu que a levasse para tirar os pontos e mais uma vez aproveitamos o tempo para conversar. Marcamos um encontro, envolvendo os filhos, que também cresceram juntos e claro, como nós, estavam cada um seguindo seu caminho e também não se encontravam há  muito tempo.

         Porém, no dia marcado, ficamos sabendo que ela havia baixado o hospital mais uma vez, que não estava se sentindo bem. Fui visitá-la mais uma vez naquela semana. Aparentemente, estava melhorando, se sentindo melhor. Lembrei algumas vezes, que deveria ligar para ver como ela estava, mas… não liguei.

         Neste final de semana, liguei e fiquei sabendo que ela estava sendo submetida a uma nova cirurgia naquele momento e que as coisas não estavam tão bem assim. Mais uma vez meu ego perguntou: por que ninguém me avisou que ela não estava bem? Mas daí parei pra pensar… por que eu não liguei para saber como ela estava?

         Liguei novamente para a mãe dela e pedi que me avisasse no final da cirurgia. Ela me ligou e disse que aparentemente tinha dado tudo certo, mas que ela iria pra a UTI, pois estava muito fragilizada.

         Hoje, quando era horário de visitas, eu estava lá, assim como outras amigas “antigas” que não a viam há muito tempo. A mãe dela muito apreensiva, me disse que ontem ela sentia muitas dores e estava muito fraca. Quando chegou minha vez de visitá-la, me emocionei muito. Vi minha amiga naquele leito de UTI, respiração ofegante, fraca, mas seu olhar se iluminou quando me viu. Me falou do medo que sentiu no dia anterior e do quanto estava feliz em me ver, de saber que estava por perto.

         Falei que todos os amigos (e isto é verdade), que há muito tempo não a viam, estavam preocupados e orando também, que ela não está sozinha. Que além de ter a família e os amigos por perto, tem um apoio espiritual também. Procurei passar muita força e otimismo. Mas saí de lá, avaliando muitas coisas. Ela ainda está muito fraca. Não sei como as coisas vão se desenrolar. Tenho muita fé e, sei que ela também. Não vou deixar de fazer minhas preces e sei que muitas pessoas também estão fazendo isto.

         É preciso valorizar os amigos! Esses anjos aqui na terra que Deus envia pra perto da gente. Não tem desculpa para não nos lembrarmos de mandar um “olá, estou com saudades”; “como vai vc?”; “precisa de alguma coisa?”. Simples assim. Através de um telefonema, uma mensagem no celular, um email, enfim, recursos não nos faltam nessa vida tão moderna e cheia de tecnologia.

         Não devemos deixar nosso ego estar no comando e sussurar: por que você vai ligar se ela(e) não liga também? Por que você  vai se importar se os outros não se importam com você? E por aí vai.

         Precisamos ouvir mais nosso coração, nossa voz interior que nos fala do valor das coisas simples e verdadeiras, como é uma amizade. Cultive seus amigos, regue esta plantinha tão rara. Não deixe a correria do dia a dia, tomar de você este sentimento e este convívio.

         Podem ter certeza de que estou aprendendo mais esta lição. Estou me munindo de todas as ferramentas possíveis, para não deixar mais as ervas daninhas do orgulho e da preguiça, me afastarem de pessoas especiais, que fazem minha vida muito mais feliz.

 

Avalie este artigo

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!

Deixe um comentário

NENHUM COMENTÁRIO