HomeLuz da SerraMediunidade e obsessão: o que significa?

Mediunidade e obsessão: o que significa?

É muito comum que haja um misticismo entre mediunidade e obsessão. Muito se diz, mas pouco realmente se conclui. Em primeiro lugar, é válido ressaltar que a mediunidade todos nós temos, não adianta dizer que não existe.

É uma coisa do ser humano, algo com o qual todos nascem, só falta praticá-la ou saber sintonizar melhor a energia para ter mais força, espiritualidade, paz de espírito etc. Por outro lado, a obsessão não pode ser confundida, em nenhum aspecto, com a mediunidade e você saberá o motivo logo no post de hoje.

Mediunidade e Obsessão

Mediunidade ou sexto sentido, como também comumente chamado, existe como dois tipos: o que você usa e sabe e o que você usa e não sabe.

E, como todo elemento da natureza, há duas possibilidades como consequência: quando usadas para o bem, para a utilidade, e quando usada para o mal, para a futilidade. Querendo ou não, a gente acaba usando a mediunidade. E, por meio de treino e prática, começaremos a trabalhar a mediunidade em nosso favor.

Dependendo da sua energia, você vai atrair os espíritos zombeteiros, as obsessões, porque a sua energia não está bem condicionada, não está bem consigo mesma. Você não tem obsessões ou atrai a negatividade e o “mal” porque está fora da sua casa ou em algum ambiente diferente. Pelo contrário, é você mesmo que vai atrair, independentemente de onde. É você o seu templo e, por isso, precisa desenvolver o que está em seu interior.

E é válido ressaltar que, se você já tem vibrações baixas ou negativas, faz ou deseja coisas erradas, você já está atraindo esses espíritos, essas obsessões. Lembrando que é inevitável a troca de energias entre as pessoas, independente do ambiente – ou plano – em que estiver; entretanto, a sintonia das energias você pode alterar e depende exclusivamente de você, das suas vibrações, do seu padrão espiritual.

Portanto, pode-se dizer que a obsessão é uma energia ruim, é algo que você mesmo atrai para o seu ser diante das escolhas, das atitudes e até mesmo diante do silêncio. Há uma relação entre mediunidade e obsessão? Sim, mas essa relação, se existe ou não, depende só de você.

Diferença entre Mediunidade e Obsessão

A principal diferença entre mediunidade e obsessão é que a última, nada mais é, que energia negativa, os chamados espíritos zombeteiros que podem atrapalhar o seu dia a dia e prejudicar a sintonia da sua energia. Já a mediunidade pode ser praticada de forma espiritual, para você ter mais consciência das suas ações, dos seus sentimentos e emoções.

A partir do momento em que a pessoa acha que precisa ir a um templo para desenvolver a espiritualidade, ela já tem obsessão por dois motivos: medo e negligência, principalmente por transferir a responsabilidade para outras pessoas e não ela mesma. Então, se você tiver pensamentos negativos, falar mal de alguém, você já está atraindo e nada adianta se você for a um templo, esperando por energia positiva; se você não pratica o bem, ou desenvolve uma espiritualidade boa.

A mediunidade todos nós temos e precisamos ter mais consciência dela, cada vez mais, para nossa evolução.

Mediunidade ou Obsessão?

Como vimos ao longo do post, são coisas diferentes. Opte pela Mediunidade, sempre. É a obsessão que temos de evitar, ao praticar sempre o bem, mostrando gratidão pelo que temos, bem como sendo conscientes do que acontece ao nosso redor.

E você? Conhecia a diferença entre mediunidade e obsessão? Comente abaixo! Paz e luz!

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!

5 COMENTÁRIOS
  • Rodrigo / 04/02/2017

    Boa noite, discordo da maneira que seguinte frase foi empregada:

    “A partir do momento em que a pessoa acha que precisa ir a um templo para desenvolver a espiritualidade, ela já tem obsessão por dois motivos: medo e negligência, principalmente por transferir a responsabilidade para outras pessoas e não ela mesma.”

    Se a pessoa está indo a um templo para desenvolver a espiritualidade, ela não está transferindo responsabilidade para outras pessoas e sim, trocando experiências e se desenvolvendo junto a outras pessoas, nem tanto seria uma negligência visto que ela se esforça a ir ao lugar (qualquer que seja) e dedicar esse tempo a se desenvolver.

    A frase citada, invalida até mesmo ao que vocês se propõe, pois dá a entender que ao procurarem livros, vídeos e outros conteúdos que vocês dispõem (que em sua maioria são excelentes, fica aqui o meu agradecimento pelos diversos ensinamentos), está sendo feito por medo e negligência.

    Pra finalizar, tirando essa frase, considerei um bom texto e também não acredito nessa necessidade de que apenas estando em um lugar x será possível nos desenvolvermos. Durante uma aula em um centro espírita que frequentei, até debati o assunto, a instrutora dizia que apenas no centro espírita era possível desenvolver a mediunidade, mas o tema da aula era a mediunidade na bíblia, cujo todos os personagens retratados, se passam desde muito antes da criação do espiritismo. Olha a contradição…

  • liliana / 01/02/2017

    Esclarecedor obrigada

  • Ilka Santana Barroso / 30/01/2017

    Sei que se estiver fazendo o bem sem olhar aquém, estou atraindo o bem e portanto a espiritualidade. Se estiver com sentimentos negativos certamente estarei atraindo obsessões.

    • Carlinda Freire / 31/01/2017

      Tenho um espírito Na minha filha. Preciso de Deus e de alguien que possa min ajuda, estou desempregada. Ja fiz 8 interbancario 11 965429941quem pode min ajuda é. Grave.

  • Cristina Rocha / 30/01/2017

    Realmente não sabia a diferença, porém não achasse que fosse a mesma coisa. sou grata pelos esclarecimentos!!! Vou trabalhar mais nos meus pensamentos negativos. Um forte abraço!!!!

Deixe um comentário