HomeMestres EspirituaisBuda e a Cura das Emoções e dos Sentimentos – Semana do Mestre

Buda e a Cura das Emoções e dos Sentimentos – Semana do Mestre

O mestre de quem Patrícia fala nessa semana traz à tona o tema da iluminação espiritual, da purificação e da cura das emoções e dos sentimentos, assim como dos pensamentos. Você se dedica à cura desses elementos psíquicos?

A maioria das pessoas no mundo, infelizmente, ainda nem pensa nessa possibilidade. Elas não sabem que as emoções inferiores precisam ser curadas – talvez as inferioridades sejam o que mais atrapalha o nosso caminho de evolução espiritual.

O Festival de Wesak aconteceu recentemente, e, para celebrar essa data tão importante, o vídeo da semana é sobre Buda. Assista abaixo:

Como Tornar-se um Grande Mestre

Assim como outros grandes mestres, Buda Gautama, ao longo da sua vida, dedicou-se ao caminho da iluminação. Foi incansável na sua jornada de purificar as suas inferioridades – e ele conseguiu. Seu exemplo nos mostra que é possível atingir a meta de iluminação em uma vida.

A grande mensagem que todos os grandes mestres deixaram é que é possível ser como eles; é possível se tornar um grande mestre. É possível inspirar pessoas, é possível transformar o mundo e a vida das pessoas ao seu redor. E, acima de tudo, é possível começar por si mesmo.

Foi exatamente o que Buda fez. Gautama era um príncipe que nasceu na região do Nepal – na sua época, era um território pertencente à Índia. Ali, a religião hindu era muito difundida, e Buda pertencia à casta dos guerreiros. Seu pai era um poderoso rei e queria manter o filho afastado de todo o sofrimento, a fim de poupá-lo disso.

Apesar disso, quanto mais um pai e uma mãe querem afastar um filho do sofrimento, parece que mais sofrimento surge. Quem é pai e mãe, certamente, sabe disso por experiência própria. Cada pessoa tem um karma para ser purificado, uma situação para ser vivida. Cada um de nós tem uma “cartilha” para ser seguida aqui na Terra, e nela contém os nossos desafios pessoais. Os pais podem ajudar, mas não evitar que os filhos enfrentem a situação que aparece em sua vida.

As Quatro Nobres Verdades

O pai de Buda mantinha-o afastado de todo o sofrimento. Um dia, ao sair do castelo (onde ficava a maior parte do tempo), Buda percebeu a presença de uma pessoa doente, viu um cortejo fúnebre acontecendo, e se deparou com uma pessoa magra, velha e abandonada. Diante disso, perguntou ao servo que lhe acompanhava: “Por que as pessoas ficam doentes? Por que aquele homem está sendo carregado deitado (ou seja, o homem estava morto)? Porque as pessoas ficam velhas?”.

Buda ainda não tinha contato com essas realidades, e quando ele viu tudo isso, sentiu-se profundamente tocado. O servo lhe disse que todo mundo vai envelhecer; que todo mundo, pelo menos, uma vez, já ficou doente; e que todo mundo vai morrer um dia. No coração puro de Buda, um grande eco se fez, e, então, ele saiu do castelo para descobrir por que essas coisas acontecem com a humanidade.  Ele descobriu, então quatro nobre verdades:

  1. O sofrimento existe;
  2. Sua origem é o desejo;
  3. Sem desejo, não há sofrimento;
  4. Pode-se chegar a eliminá-lo por meio da Senda Óctupla.

O Caminho do Meio e a Senda Óctupla

A história de Buda é muito mais longa, com muito mais significado. Aqui você tem apenas um breve resumo, mas acaso queira saber mais a fundo, consulte e conheça o livro Grandes Mestres CLIQUE AQUI e saiba como ter acesso. Ou aprenda mais sobre a Espiritualidade da Índia.

Ao sair do castelo e iniciar sua jornada de iluminação, Buda experimentou extremos como a riqueza e a pobreza. Depois descobriu que o caminho para se iluminar é o do meio – não ser tão rígido e nem tão flexível, não ser tão triste e nem tão alegre. Tudo encontra sua justa medida no caminho do meio. Isso foi descoberto por Buda no momento em que ele se iluminou e assimilou uma grande partícula do Cristo.

A data de iluminação de Buda é a Lua Cheia de Touro, ou seja, sempre que acontece a primeira Lua Cheia no signo Touro, comemoramos a cerimônia de Wesak. Essa é a data seria como um “Natal budista”, pois nesse momento nasceu o Budismo.

Nesse mesmo dia, Buda nos disse que o desejo nos leva ao sofrimento, que existe 4 venenos na nossa mente – a raiva, o apego, a aversão e a ignorância. Ele também afirmou que nós podemos chegar à iluminação assim como ele, através da senda óctupla que abrange oito verdades espirituais:

– Ação correta;

– Vida correta;

– Esforço correto;

– Mente correta;

– Concentração correta;

– Intenção correta;

– Visão correta;

– Palavra correta.

Buda proferiu um Sermão em Benares, assim como Jesus proferiu o Sermão da Montanha. O processo de iluminação de Buda e o batismo de Jesus foram muito parecidos.

Print

Budismo

O Budismo é uma religião cuja energia é totalmente sublime, pura e que estimula a meditação e o caminho do autoconhecimento. Em algum de seus discursos, Buda dizia: “Matem o Buda!”. Com isso, ele quis dizer que, se cada um de nós chegasse a uma conclusão diferente e melhor do que a conclusão à qual ele chegou, nós deveríamos espalhar isso pelo mundo.

Para Buda, a verdade não é estática, ela se movimenta e evolui. Há quase 3 mil anos, ele já tinha consciência de que tudo se movimenta, de que a roda do karma gira e as coisas mudam aqui na Terra. Buda nos deixa essa linda mensagem de que nós podemos buscar e alcançar a purificação das nossas emoções inferiores.

Missão da semana

O quanto você está engajado na cura das suas inferioridades? Você tem acompanhado seu desenvolvimento pessoal diariamente para saber onde melhorou? Talvez você não se ilumine em uma vida só, como aconteceu com Buda, mas se você sair dessa vida melhor do que entrou, já está muito bom.

A missão da semana é que você busque a purificação das suas emoções, pensamentos e sentimentos, sentindo cada vez menos medo, tristeza, raiva, ansiedade. Assim você vai se tornando uma pessoa melhor, inspirando quem está ao seu redor, e transformando o mundo.

Você já parou para pensar que nós não estamos aqui por acaso? Que todos temos uma missão a cumprir? Os Grandes Mestres da Humanidade estão aí para nos provar isto… Por muitas vezes eles também passaram por dificuldades, tiveram que enfrentar desafios, ou até mesmo atravessar montanhas para alcançar os seus objetivos… e nem por isso deixaram de acreditar no caminho de aprendizagem e ensinamentos que estavam seguindo! E você, sabe como permanecer no seu caminho de evolução espiritual?! Nós podemos lhe ajudar, lá no Youtube nós temos o Canal Luz da Serra onde você poderá ver todos os vídeos da Playlist dos Grandes Mestres da Humanidade. Este seriado já ajudou milhares de pessoas e mostra como você também pode se conectar à energia poderosa destes seres iluminados. Inscreva-se e aprenda como trazer as admiráveis qualidades deles a sua vida! Você tem todas as ferramentas, não há desculpas para ficar de fora, não é mesmo?! Acesse aqui.

Uma ótima semana, grande abraço e muita luz!

Redação Luz da Serra e Patrícia Cândido

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

Patrícia Cândido é filósofa formada pela UNISUL, escritora, conferencista, CEO e cofundadora da Instituição Luz da Serra. Autora de 8 livros, sendo 5 em coautoria, que têm vendas superiores a 45 mil exemplares. Também atua como professora e possui mais de 25 mil alunos, entre cursos online e presenciais. Pesquisadora há mais de 14 anos na área da Espiritualidade, Cura Emocional, Prosperidade e dos ensinamentos dos Grandes Mestres da Humanidade, Patrícia já ministrou mais de 3 mil cursos, palestras e workshops, somando um público superior a 40 mil pessoas. É referência no segmento da Espiritualidade no Brasil, ganhando destaque nas mídias nacionais, como a Revista Negócios e a Revista Caminho Espiritual.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe um comentário