HomeMestres EspirituaisAllan Kardec – Espiritualidade e Mediunidade | Semana do Mestre

Allan Kardec – Espiritualidade e Mediunidade | Semana do Mestre

Atualmente, muitas pessoas têm dúvidas quanto à espiritualidade e mediunidade, para entendermos melhor esses assuntos, neste artigo vamos falar sobre o maior mestre no Ocidente: Allan Kardec. Acompanhe no vídeo abaixo ou continue lendo este artigo!

Quem foi Allan Kardec?

Hippolyte Léon Denizad Rivail nasceu em Lyon na França no dia 3 de Outubro de 1804, conhecido mais por seu pseudônimo Allan Kardec. Ele foi um educador e pedagogo, conhecido por codificar e sistematizar a Doutrina Espírita.

Ele criou jogos, esquemas e alternativas para crianças que tinham dificuldades de aprendizagem através de uma série de formas de aprender, como um método.

VAMOS A SÃO PAULO VER VOCÊ!

O evento Propósito Inabalável foi um sucesso em Porto Alegre e por conta disso em OUTUBRO faremos aí em São Paulo, pertinho de você!

SAIBA TUDO SOBRE COMO SERÁ O EVENTO:

Espiritismo Allan Kardec

Em um determinado momento de sua vida, Allan começou a se interessar pela atuação dos espíritos na nossa vida. Ele começou a estudar fenômenos que aconteciam no lado invisível do nosso mundo. Usando todo o seu conhecimento, ele chegou até a Doutrina Espírita.

Kardec vivia na França em uma época em que os conceitos enraizados da Igreja não poderiam ser desafiados. Mesmo assim Allan Kardec escreveu livros como “O Livro dos Médiuns” e “O Evangelho Segundo o Espiritismo” e diversos artigos para revistas científicas da época. Ele trouxe um grande conhecimento para nosso mundo, principalmente para o Ocidente.

Na época em que Allan Kardec viveu a interação com espíritos era muito obscuro, era algo pouco conhecido e trazia medo. Com todo o seu conhecimento e com todas as pesquisas que realizou, ele deu luz a grande obra espírita.

Como desenvolver a mediunidade

Uma das frase que mais gosto diz que “todos os seres humanos são médiuns!”. A partir dessa frase, podemos perceber que podemos usar a mediunidade como instrumento de evolução, de aprendizagem e de crescimento, para tornar a Terra um lugar melhor.

A mediunidade é um força natural que habita nosso corpo, é uma interação com qualquer coisa etérica, que não seja material. Essa força está presente em qualquer um de nós, independente se você é umbandista, católico, evangélico, islâmico ou qualquer outra religião.

Mediunidade também pode ser conhecido como sexto sentido, inspiração ou intuição. O termo ‘médium’ significa intermediário e como nós temos um espírito e um corpo material, só este fato nos dá mediunidade, pois precisamos interagir com nosso espírito o tempo inteiro. Dessa forma também podemos interagir com outros espíritos, sendo eles encarnados ou desencarnados.

Um pintor, quando pinta seu quadro, está usando sua mediunidade, quando você abraça alguém, você está usando a sua mediunidade. Tem pessoas que vem com a mediunidade mais desenvolvida e isso se deve a experiências de vidas passadas. Normalmente quem tem uma mediunidade mais desenvolvida também tem um karma maior para cumprir. A mediunidade vem como um presente de Deus para cumprir nosso karma com harmonia.

Hoje em dia acontece uma grande confusão com o termo mediunidade, em que algumas pessoas acham que essa palavra pertence ao espiritismo ou pertence a alguma religião. Mediunidade é algo como respirar, se alimentar, como caminhar e todo mundo tem.

Mediunidade espiritismo

Todos nós temos a liberdade de usar e desenvolver nossa mediunidade e, principalmente, usá-la a favor do bem para que nós tenhamos desenvolvimento espiritual. Quando você tem uma boa sacada ou uma ideia para ajudar alguém a fazer uma coisa nova, você está usando a sua mediunidade a seu favor. Por isso não mistifique a mediunidade, ela não é algo obscuro ou velado ou que só algumas pessoas têm acesso. Você vai usando e vai aprendendo!

Existem diversas formas de aprender sobre a mediunidade, como livros, palestras, vídeos, enfim, do jeito que você quiser. Mas o mais importante: nunca perca a sua liberdade espiritual, a sua liberdade de escolha de como desenvolver a sua própria mediunidade. Desenvolva sua mediunidade onde você se sentir bem.

Lembre-se sempre: a mediunidade é uma faculdade natural do nosso espírito. Você é médium! E a missão dessa semana é prestar atenção ao ambiente onde você está ou entra. Isso já é mediunidade!

Espero que você comente aqui embaixo e compartilhe este esse artigo com seus amigos!

Um grande abraço e muita luz!

Patrícia Cândido e Redação Luz da Serra

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

Patrícia Cândido é filósofa formada pela UNISUL, escritora, conferencista, professora, CEO e cofundadora da Instituição Luz da Serra. Autora de 11 livros, sendo 6 em coautoria, que têm vendas superiores a 45 mil exemplares. Pesquisadora há mais de 14 anos na área da Espiritualidade, Cura Emocional, Prosperidade e dos ensinamentos dos Grandes Mestres da Humanidade. Patrícia possuí mais de 1 milhão de visualizações em seus vídeos no Youtube, sendo autora dos seriados Semana do Mestre e Código da Alma. É referência no segmento da Espiritualidade no Brasil, ganhando destaque nas mídias nacionais, como a Revista Negócios e a Revista Caminho Espiritual.

1 COMENTÁRIO
  • Raquel / 24/06/2017

    Olá Patricia achei fantástica a explicação sobre mediunidade o jeito como vc abordou o assunto!Um grande abraço a todos do luz da Serra e a vc.

Deixe um comentário

})(jQuery)