HomeO Chamado da Luz2 regras de ouro para não se sentir triste e sozinho

2 regras de ouro para não se sentir triste e sozinho

Quem nunca se deparou em algum momento de sua vida em que simplesmente as pessoas não te entendem? Ou quando não compreendem quais são os seus projetos e simplesmente, não ouvem o que você tem a dizer. No conteúdo de hoje iremos falar exatamente sobre isso: a dor de não compreenderem a forma como você vive, o que você pretende da sua vida, quais são os seus projetos! Assista ao vídeo abaixo ou continue lendo.

Se sentir triste e sozinho: a dor de não ser compreendido

A dor de não ser compreendido e não ser aceito é muito grande e faz você se sentir sozinho. A maioria das pessoas tem essa dor e simplesmente não percebe.

Há pessoas que se sentem como se fosse a ovelha negra, seja na família, seja no trabalho, seja em uma roda de amigos, por sempre pensar de modo diferente. Muitas das vezes, quando estamos em uma roda de conversa as pessoas podem não conseguir acompanhar o que você está pensando. Ou seja, sentimos que estamos falando, mas ninguém nos ouve.

Ouvir as outras pessoas

O grande problema hoje em dia, é que as pessoas falam, mas nem sempre são ouvidas. A dor de não ser ouvido surge porque você precisa que a outra pessoa compreenda o que está acontecendo com você. Isso é um problema de quebra da nossa , quebra da nossa confiança.

O fato de as pessoas não entenderem a maneira como você pensa e o que você deseja fazer, não quer dizer que eles não gostam de você. Na maioria das vezes, significa apenas que eles estão mais preocupados em entender eles próprios do que entender a outra pessoa.

Você não precisa se sentir triste

Quando estamos conversando com as pessoas, temos referências internas, as quais você quer falar para a outra pessoa e quando você para de falar, essa pessoa fala das referências dela para você.

O que ocorre é que nós não temos diálogo, ocorre apenas um monólogo em que o que um fala ativa no outro o que ele sente. Com isso, falamos com o outro com base no que sentimos sem dar a real importância ao que está sendo falado. Ou seja, cada um está centrado no seu próprio eu e isso acontece o tempo todo. Por isso, não podemos compreender o outro.

O que podemos fazer para mudar isso, é deixar que a pessoa fale mais sobre o que deseja. Não a interrompa e fale o que você pensa. Talvez a pessoa precise exatamente disso, que alguém a escute, a compreenda e que não a recrimine. Isto é, o segredo é escutar o que os outros têm a dizer sem recriminar, realmente tentando compreender o que ela está sentindo, sem colocar o que você acha na frente.

Como você se sente ao ter a verdadeira noção do segredo das duas regras de ouro? Conte abaixo nos comentários. Muita luz!

Bruno Gimenes e Redação Luz da Serra

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

Um dos responsáveis pela expansão da Espiritualidade no Brasil, é personalidade referência nesta área, além de Diretor de Conteúdo e Cofundador da Instituição Luz da Serra. É professor, palestrante com mais de 1800 palestras realizadas e autor de 16 livros (dois deles já entraram diversas vezes no ranking dos mais vendidos da revista Veja). Bruno Gimenes é destaque nas redes sociais produzindo vídeos no canal Luz da Serra no YouTube, que já ultrapassaram a barreira dos 31 milhões de visualizações ao ano. Mais de 25 mil alunos já participaram de seus cursos e treinamentos online.

1 COMENTÁRIO
  • Gilson Paz / 14/08/2017

    Já ouvi 2 vezes a fala do Bruno sobre as 2 regras de ouro e não entendi a segunda, esta mini-palestra é muito profunda: se educar a ouvir sem interromper o outro. É um dos 7 hábitos das pessoas altamente eficazes ! Muito bem ! Bruno !!

Deixe um comentário