HomeLuz da Serra2 dicas para você cuidar da energia sexual

2 dicas para você cuidar da energia sexual

Todos nós nos relacionamos com muitas pessoas diariamente: no trabalho, com a família, na rua, em festas… Nestes encontros há sempre uma troca de energia, você carrega um pouco do que a pessoa te passa e deixa um pouco de você nela. Mas quanto esta troca pode afetar nossas vidas? Você sabia que a energia sexual é a mais intensa de todas? A troca acontece durante o sexo, mas antes vamos conversar um pouco sobre o que é esta energia sexual.

energia sexual 1

O que é energia sexual?

Toda vez que as pessoas se tocam, elas trocam informações hormonais entre elas. Esta troca é uma liberação de energia que estimula as células do corpo.

Durante a relação há troca, além de energia, de fluidos vitais e hormônios que ligam permanentemente o casal. O abraço, o beijo, o sexo e o orgasmo criam, então, uma memória energética em cada uma das pessoas e ambos carregam uma carga magnética do parceiro.

O problema estudado atualmente é quando há banalização das relações sexuais. A falta de conexão entre os parceiros pode gerar sentidos inversos no corpo das pessoas, pois a quantidade de energia e informação aumenta de forma descontrolada. Quando a energia sexual não está boa, a autoestima cai e isso afeta todas as outras áreas da vida: trabalho, relacionamentos e até a saúde.

Características

Afinidade e atração são as características básicas da energia sexual. No âmbito fisiológico, o poder da atração e a sensualidade são as principais. No âmbito psicológico, a afetividade é a característica que se mostra presente na energia sexual, e no campo espiritual a característica fundamental é a criatividade.

Como a energia sexual afeta sua vida

Você já viu que há troca de energia quando há relacionamento sexual, mas como esta troca é feita e como isso pode afetar o modo como você enxerga as coisas à sua volta?

Por exemplo, se você tem relação com alguém que está irritado, mal humorado, em crise de depressão, parte desta carga é transferida para você e você começa a viver com um peso, sem saber muitas vezes de onde vem. Às vezes é capaz, inclusive, de começar a aparentar os mesmos sintomas.

Como desenvolver consciência sobre a sexualidade

Consciência é ter atenção, foco no que acontece no nosso corpo. Consciência sexual é ter atenção total no ato, inclusive para que ambos consigam relaxar e aproveitar o momento.

Na área sexual todos temos medos, traumas ou vergonha, e é muito comum que distrações tirem nossa atenção. Isso, inclusive, é mais comum entre as mulheres, que muitas vezes durante o sexo pensam em todas as outras coisas que têm para resolver e por isso não aproveitam e têm dificuldade de chegar ao orgasmo.

energia sexual 2

Em decorrência disto, a mulher se frustra com o parceiro, e este passa a carregar culpa por não conseguir satisfazer a parceira. O casal perde a conexão na hora do sexo, a principal chave da energia sexual. As cobranças em torno do sexo acabam afastando o casal do objetivo, que é sentir prazer genuíno.

Uma das maneiras de desenvolver a consciência sexual é com o auto toque. As mulheres, principalmente, são muito inibidas quando este é o assunto, pois ficam intimidadas ou envergonhadas, mas conhecer o próprio corpo é fundamental para que você saiba como se comportar para se sentir à vontade e ficar livre no ato sexual.

Além disso, se você não se conhece, como espera que seu parceiro ou parceira saiba como te agradar? Ter intimidade com você mesma ajuda a ter intimidade com o parceiro. Conhecer seu corpo, seus limites, o que você gosta e o que não gosta fazem parte de uma atitude consciente.

Outra maneira de se conhecer melhor é a ginástica íntima. Praticada tanto por homens quanto por mulheres, a ginástica íntima auxilia a pessoa a descobrir melhor sua força e como funciona seu corpo internamente.

Muito procurada atualmente por mulheres, a ginástica íntima (ou pompoarismo) tem auxiliado estas mulheres a se libertarem de preconceitos e a buscarem novidades para ajudar no seu relacionamento. Com os exercícios, a mulher passa a se sentir mais confiante e sua autoestima aumenta, consequentemente, a troca energética dela com o parceiro será com uma carga muito mais positiva.

Os exercícios da ginástica íntima trabalham a musculatura do assoalho pélvico, uma das zonas erógenas do corpo feminino. Com os exercícios corretos, a mulher consegue ter consciência de como funciona seu corpo e assim conseguir mais prazer para ela e seu parceiro na hora do sexo.

A ginástica íntima funciona com exercícios de contração e relaxamento do músculo da pelve. Com o tempo, os exercícios fazem com que o fluxo sanguíneo aumente na área. Isso acarreta diversos benefícios: a lubrificação aumenta, a libido também aumenta, a mulher passa a controlar os movimentos que faz com o músculo e assim consegue simular movimentos que irão estimular o seu parceiro e ela própria.

Cátia Damasceno é fisioterapeuta uroginecológica e tem um blog onde fala abertamente sobre o assunto, além de ministrar um curso online sobre ginástica íntima. Para ela, a mulher estar em conexão consigo mesma e com a autoestima elevada é fundamental para que o sexo flua: “o fato da mulher se conhecer o suficiente para saber exatamente o que gosta ou não, e o melhor, ter a liberdade e a sabedoria de compartilhar isso com quem estiver ao seu lado fazem com que o sexo seja mais leve”.

No vídeo abaixo a fisioterapeuta fala mais dos benefícios que o pompoarismo proporciona e conta alguns casos de alunas que notaram grandes mudanças na sua vida.

Benefícios do sexo consciente

Depois de tudo o que vimos, ficou clara a importância do sexo consciente e da energia sexual canalizada. A energia sexual é um poder criativo que une pessoas e reverbera em toda a forma humana, por isso deve sempre ter atenção máxima do casal.

Quem busca praticar este equilíbrio na vida conhece melhor o seu corpo, consequentemente confia mais em si mesmo e naqueles que o cercam, consegue manter a autoestima elevada e os relacionamentos íntimos, pessoais e espirituais fluem de forma mais harmônica e natural.

Redação Luz da Serra

Aviso de Propriedade

Todos os conteúdos do site Luz da Serra são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa de Luz da Serra Editora Ltda, mesmo citando a fonte.

<p>A Luz da Serra é fruto do desejo dos amigos, e hoje sócios, Bruno Gimenes, Patrícia Cândido e Paulo Henrique T. Pereira, de transformar a vida das pessoas,trazendo bem-estar, saúde e prosperidade, a partir de uma nova consciência evolutiva através de paz, equilíbrio autoconhecimento e sucesso pessoal. Com mais de 15 anos de jornada, localizada na cidade de Nova Petropólis/RS, a instituição genuinamente espiritualista é referência no segmento da espiritualidade sem cunho religioso no Brasil. Mas na Luz da Serra também tem um bando de GENTE FELIZ que vive pelo mesmo PROPÓSITO: levar LUZ às pessoas! E que não estão neste mundão a passeio, gente linda que com a EMOÇÃO à flor da pele leva a MISSÃO da LUZ DA SERRA para onde for preciso, para onde precisar de mais SORRISOS!</p>

Deixe um comentário

7 COMENTÁRIOS
  • Raquel / 21/10/2017

    Olá, Patrícia tudo bem? Eu vi seu vídeo sobre esse tema, vi que só depois de 28 dias que as conexões feitas no ato sexual são desfeitas. Existi alguma forma de diminuir esse efeito antes desse período ou mesmo cancelar? Obrigado. Amo o trabalho de vcs.

  • Renata Motta / 25/07/2017

    Uau!!! Ótima máteria… nunca tinha pensado sob esse ponto de vista… vou ficar atenta nessa energia daqui pra frente! Obrigada!!!

  • Valentina / 19/07/2017

    Engraçado, eu tenho 43 anos, e só tive experiências sexuais com meu marido, que amo muito, e acredito que nós fomos realmente feitos para viver juntos, e não consigo me imaginar com outro. Eu tenho muito esse negócio de conexão além do âmbito sexual, tem que ter amor, afeição, carinho, para que o sexo flua.
    Adorei a matéria.

  • Edileusa / 20/06/2017

    Teria como falar com você Bruno Gimenes,preciso de uma orientação?

  • Sandra aparecida / 11/03/2017

    O que mais gostei foi o modo de abordar o tema. Geralmente leio coisas do tipo : cuidado ! é perigoso ! você irá trocar energias…
    Mas trocamos energias o tempo todo. Nos relacionamentos e contatos em nosso trabalho, na vida, em tudo. E trocas mais intensas nos relacionamentos íntimos …
    (será que só nos íntimos ? às vezes uma conversa, uma palavra, nos toca … isso é troca ? ).
    Então nada melhor do aprender a trocar. Aprender a se relacionar, do modo mais gostoso, amoroso e saudável. Que o mundo fica mais nutritivo e alimenta-nos a alma !
    Muito obrigada .

Qual é o caminho da sua missão?

Faça o teste e descubra se você está no caminho certo da sua missão!